segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Para Comemorar?

A escola onde trabalho como professora de geografia iria promover uma manhã de comemoração referente ao Dia  do índio, De Tiradentes ,e do Descobrimento do Brasil, fui escalada para ajudar na organização da parte literária do evento, pesquisei, li e resolvi escrever o meu próprio texto para comemorar ou eu deveria dizer Para Comemorar?

Conta a história que Espanha e Portugal eram terras poderosas no passado.então eles se lançaram bravamente ao imenso mar.
O que buscavam tais homens Valentes? Pensavam chegar as Índias para buscar preciosas mercadorias como tecidos, jóias,temperos e assim ganhar ]muito dinheiro vendendo tudo na Europa.
Foi assim que a Caravela de Pedro Álvares Cabral carregadinha com 1400 homens cozinheiros, marinheiros etc. chegaram a nossa terra no dia 22 de abril no ano 1500.
Logo, logo perceberam que essa terra tinha donos e foram vendo aquele povo que chamavam de estranho que chamaram de índio.
Eles eram diferentes não tinham a ambição do homem branco não precisavam de roupa, viviam livres, leves e soltos comendo o que caçavam e o que achavam na mata ,não precisavam de roupa,bebiam água pura da fonte. Gostavam de colorir e enfeitar o corpo.cantavam e dançavam,eram felizes.
O dito homem branco que chamamos de culto, precisava civilizá-los,como diziam. Hoje não sabemos ao certo    palavra certa é civilização ou escravidão.
Roubaram do índio a liberdade, a água pura, a pesca, as frutas silvestres, e porque não dizer a alegria também.
Por isso em 1940 homens brancos  faziam congresso internacionais para defender  esse povo sofrido e oprimido,o congresso foi no dia 19 de abril e esse dia foi dedicado ao índio brasileiro.
Hoje lembramos do índio não aquele homem livre e alegre do passado mas um povo resumido a pouca gente,pouca terra, pouca comida, pouca alegria,   só sobrou depois da descoberta muito sofrimento trazido por esse povo que prega a civilização.
Os anos se passaram os habitantes brancos que aqui vieram morar muitos deles gastaram sua vida nas minas achando ouro e outras riquezas pelos lados do que hoje chamamos Minas Gerais.
Quando a riqueza foi diminuindo sentiram-se escravizados e oprimidos. Os Portugueses donos dessas terras que acharam no curso da viagem pelo mar levavam tudo que se descobria aqui para terras distantes além mar. Foi então que valentes homens mineiros criaram a chamada inconfidência,levava esse nome por ser um movimento oculto para libertação da opressão portuguesa. 
Mas os portugueses mais uma vez descobriram tudo,os homens do tal movimento foram presos e com eles um tal Tiradentes assim conhecido por ser um dentista.
Todos conseguiram a alto preço comprar a liberdade , Tiradentes pobre e sozinho foi enforcado no dia 21 de abril e por isso hoje paramos para lembrar  sua bravura.
Assim contamos nossa história que faz rir e chorar. Rir pela bravura e coragem dos portugueses, pela alegria. Beleza e liberdade dos índios que enfeitavam essas terras,rir pela coragem e luta de homens como Tiradentes.
Choramos pelo domínio de quem se achava dono de uma terra linda criada por Deus.
Choramos pelo nosso povo índio.livres .alegres e lindos que hoje vivem lutando pela própria vida ,ainda possuem lindas cores, adornos,danças mas perderam a alegria.
Choramos pelas mortes tristes como a de Tiradentes, apesar da morte dos mártires ainda continuamos prisioneiros da ganância  de bens materiais todos os dias.
Somos brasileiros orgulhosos de nossa terra varonil e lutamos e sonhamos sempre com a liberdade, beleza,leveza que essa terra linda nos oferece.
E vamos cada dia escrevendo nossa história nesse solo brasileiro rindo e chorando conquistando nossos momentos de felicidade nessa terra que Deus nos deu, e nesse sertão regado de ouro conhecido como Estrela do Pará paramos nesse dia para lembrar  nossa história de luta e coragem, e vamos continuando nossa viagem pela vida rindo e chorando,andando e lutando em busca de nossas vitórias.

Li esse texto da minha própria autoria na programação da escola onde trabalho como professora , agora compartilho essa reflexão com meu Brasil e com o mundo na esperança que perto das novas eleições possamos buscar um futuro melhor e para que valorizemos a maior riqueza que Deus nos deixou a paz a liberdade e a alegria de viver.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários serão bem vindos!